A internet penetra onipresente em nossas vidas, e agora, pode até falar sobre a psicologia das relações, especificamente, no espaço virtual. E os jovens, e pessoas de idade muitos estão on-line durante todo o dia, sim, noite e não desligam a rede:»e de repente, alguém escreverá!». Tudo começa com práticas objetivos: busca de informações para o trabalho ou artigo para o estudo, a correspondência comercial, a encomenda de bens através de uma rede. Mas, em seguida, seu componente assume, e sem bate-papo no Youtube Transmissão ou, escondido no canto da tela, já e dia de trabalho não trabalho.

Alguns são substituídos com amigos e parentes, para discutir os problemas atuais, em busca de novos interlocutores. As tarefas podem ser diferentes: fresco sensações, novas amizades, a busca de espírito; a tentativa de encontrar-se com o a as melhores, se na vida real com os casos de problemas cardíacos declina, e assim por diante.

Com seus novos amigos a comunicação primeiramente veste formal, mas, gradualmente, as pessoas se abrem uns aos outros, falam de si tudo o mais.

Por um lado, isso é bom: há quem derramar a alma, com quem compartilhar meus pensamentos

Um e outro há o risco de dizer o excesso e, por exemplo, engolir a isca de um embuste. E é surpreendente que nas áreas metropolitanas de namoro pela internet, mesmo popular, que nas pequenas cidades.

A psicologia humana é tal que, mesmo rodeado por uma miríade de pessoas, cada um gira em sua pequena sociedade: os mais próximos parentes, alguns velhos amigos, um ou dois colegas.

Para entrar em seu círculo de alguém de novo, precisamos da força, o tempo

E, e outros muitas vezes não é suficiente. E aqui no palco, você recebe a internet, o que dá a possibilidade de não ter que gastar um monte de energia, para adquirir mais de uma centena de novos amigos, e pode, até mesmo girar um romance virtual»para a descarga»

About